TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Curiosidades
>>
Família foge apavorada de casa ao encontrar centenas das aranhas mais venenosas do mundo em um cacho de bananas
Imagem para Família foge apavorada de casa ao encontrar centenas das aranhas mais venenosas do mundo em um cacho de bananas

Família foge apavorada de casa ao encontrar centenas das aranhas mais venenosas do mundo em um cacho de bananas


11/03/2014 10h42

Controle de pragas dedetizou residência durante 24 horas. Família retornou ao local apenas três dias depois.


Uma família foi forçada a abandonar a casa onde viviam após encontrarem centenas de aranhas potencialmente mortais em um cacho de bananas. O caso ocorreu em Hednesford, Staffordshire, no Reino Unido.

O pai, Jamie Roberts, de 31 anos, viu manchas brancas cobrindo parte dos frutos. Após verificar mais de perto, ele percebeu que as bananas estavam infestadas com um ninho de aranhas. O homem imediatamente chamou os serviços de controle de pragas, e foi aconselhado a deixar a casa imediatamente.

O homem que sofre de aracnofobia, sua esposa Cristal, de 30 anos, e os filhos Josué, de cinco anos, e Georgina, de sete anos, deixaram a residência no dia 24 de fevereiro. O controle de pragas ficou por 24 horas na casa para realizarem todo o trabalho.

Família foge apavorada de casa ao encontrar centenas das aranhas mais venenosas do mundo em um cacho de bananas

A família foi autorizada a retornar apenas três dias depois por conta dos vapores tóxicos usados para matar os insetos.

As aranhas não foram oficialmente identificadas, mas a família afirma que se trata da Aranha Errante Brasileira, a mais venenosa do mundo. A alegação veio depois que eles pesquisaram na web diferentes tipos de aranhas.

A família agora espera os controladores de pragas confirmarem se as aranhas de fato eram espécies mortais.
Fonte: Daily Mail
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS