TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Orkut
>>
Google é condenado a pagar R$ 8.000 a mulher por não tirar do ar comunidade do Orkut
Imagem para Google é condenado a pagar R$ 8.000 a mulher por não tirar do ar comunidade do Orkut

Google é condenado a pagar R$ 8.000 a mulher por não tirar do ar comunidade do Orkut


07/04/2013 11h50 - Atualizado em 07/04/2013 11h50

Comunidade do Orkut denegria imagem de promotora de eventos carioca.


O Google perdeu um processo, que está na 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio, movido por uma carioca. O motivo, segundo a vítima, é a não remoção de uma comunidade do Orkut, que denegria a imagem da promotora de eventos Carla Ângela Devenechi.

A autora da ação pediu que a gigante de buscas da internet removesse a comunidade “"A Carlinha me roubou na boate", cuja descrição dizia: "Se vocês já foram roubados na mão grande, na cara de pau por essa pessoa que se diz amada e confiável, entrem nessa comunidade, porque eu também já fui roubada por ela na boate (...). Ladra pobre ainda, pois quis o pouco que eu tinha na bolsa!".

Devenechi fez um pedido de remoção da comunidade, que não foi atendido. Representantes do Google disseram que não poderiam remover o conteúdo e sugeriram que ela resolvesse essa questão diretamente com a pessoa responsável.

O desembargador responsável pelo caso, Jessé Torres, considerou que a companhia foi omissa. Ele alega que deva existir limites éticos no direito à livre manifestação de pensamento e liberdade de expressão. Agora o Google terá que pagar R$ 8 mil para a autora da ação.

Fonte: Portaltj
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS