TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Curiosidades
>>
Homem com síndrome rara vê esposa e filhos todos os dias mas não consegue reconhecer seus rostos
Imagem para Homem com síndrome rara vê esposa e filhos todos os dias mas não consegue reconhecer seus rostos

Homem com síndrome rara vê esposa e filhos todos os dias mas não consegue reconhecer seus rostos


21/01/2015 05h46

Daniel Devlin vive na mesma casa que esposa e filhos e os vê todos os dias, mas não consegue reconhecer seus rostos.


Daniel Devlin vive na mesma casa que seus filhos, e os vê todos os dias, mas ele, todos os dias, é incapaz de reconhece-los.

Devlin, de 46 anos, de Nunhead, em Londres (Inglaterra), está vivendo com uma condição esquisita chamada prosopagnosia, também conhecida como face-cegueira, ou seja, ele se esforça para reconhecer rostos - mesmo aqueles de sua própria família.

O homem, que trabalha como pintor, é obrigado a memorizar vozes de seus familiares e formato corporal para saber quem eles são. 

Daniel Devlin vive na mesma casa que esposa e filhos e os vê todos os dias, mas não consegue reconhecer seus rostos

Só que tal exercício nem sempre funciona, e ele se confunde muitas vezes ao ir buscar seus filhos na escola.

Devlin disse: "Os seres humanos têm uma habilidade especial para reconhecer as pessoas vendo seus rostos, mas eu realmente não tenho essa capacidade.”

Ele diz que se esforça para reconhecer o rosto de sua esposa, Katarina, assim como os filhos Klara, de 8 anos, e Emil de 5.

Especialistas disseram que a propagnosia não está ligada a problemas de visão, memória ou inteligência. Ela provavelmente é resultado do prejuízo no que chamam de "giro fusiforme" do cérebro - uma dobra que aparece para coordenar percepção facial e memória.

Isto pode ser ocasionado por um resultado de um acidente vascular cerebral, lesão cerebral traumática, ou algumas doenças neurodegenerativas.

Mas, em outros casos, como de Devlin, a condição está presente desde o nascimento. E, embora carregue a síndrome por toda a vida, ele só foi diagnosticado nos últimos anos, após escutar um programa de rádio que falava sobre o assunto.
Fonte: Daily Mail
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS