TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Curiosidades
>>
Homem encontra cão no meio da rua, baixa as calças e tem relação íntima com animal
Imagem para Homem encontra cão no meio da rua, baixa as calças e tem relação íntima com animal

Homem encontra cão no meio da rua, baixa as calças e tem relação íntima com animal


13/11/2014 05h45

Homem pode ser preso após câmeras de segurança o flagrarem tendo relação íntima com cão no meio da rua.


A homem pode pegar até quatro anos de prisão depois de supostamente ter tido relação íntima com um cachorro que encontrou andando pelas ruas.

Hakan Yucel foi flagrado por câmeras de segurança caminhando até o vira-lata preto e branco, em uma rua em Istambul, na Turquia, antes de deixar as calças caírem para ter a relação.

O cão, Nilayim, tinha andado pelo jardim de seu dono e Yucel estava aparentemente bêbado no momento. 

Homem pode ser preso após câmeras de segurança o flagrarem tendo relação íntima com cão no meio da rua

Ele acabou sendo perseguido por transeuntes que viram a cena.

Horrorizado, Murat Safak, de 33 anos, disse: "A minha namorada e eu tínhamos ido para um passeio romântico quando o ouvimos gemendo e grunhindo. Então nós vimos a cena mais nojenta deste homem que segurava o cão pela parte de trás de seu pescoço e tinha relações com ele.”

A polícia encontrou Yucel e ele inicialmente negou a relação íntima com o animal - mas foi forçado a confessar quando lhe mostraram as imagens do abuso.

Apesar da natureza chocante de seu ato, o homem de 45 anos de idade pode evitar acusações, já que não á lei de crueldade contra animais na Turquia.

Mas os ativistas já conseguiram acusá-lo porque o cão era de propriedade de alguém, e não era um animal de rua.

Na lei turca, matar ou torturar animais é geralmente tratado como uma contravenção e não é, portanto, punível com prisão.

Mas o advogado do proprietário do cão, Yasemin Babayigit, disse: "Nós conseguimos acusá-lo de comportamento indecente e mostramos a propriedade, já que o cão chamado 'Nilayım' não é um anima vadio. Estou muito contente que conseguimos transformar isso em um caso criminal, embora seja triste que os animais só sejam protegidos com base se eles têm ou não um dono."

Yucel enfrenta agora uma possível pena de até quatro anos na prisão.
Fonte: Daily Star
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS