TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Curiosidades
>>
Marido desolado encontra forças em bebê para superar morte de esposa durante o parto
Imagem para Marido desolado encontra forças em bebê para superar morte de esposa durante o parto

Marido desolado encontra forças em bebê para superar morte de esposa durante o parto


31/07/2014 08h21

Mulher sofria problemas de saúde e não poderia engravidar, mas milagrosamente conseguiu dar à luz bebê, só que acabou morrendo.


Um marido desolado está reencontrando forças para vencer a morte de sua esposa no bebê que ela deu à luz antes de morrer durante o parto.

Caroline Howarth, de 24 anos, desafiou as probabilidades de engravidar por conta de problemas de saúde que enfrentava. Mas, quando ela estava prestes a dar à luz, teve um ataque de asma que fez seu coração parar de bater.

Os médicos realizaram uma operação cesariana de emergência para que o bebê Hallie-Rose nascesse, mas Caroline não conseguiu recuperar a consciência e morreu dois dias depois. 

Mulher sofria problemas de saúde e não poderia engravidar, mas milagrosamente conseguiu dar à luz bebê, só que morreu durante o parto.

Seu marido Lee, de 26 anos, prometeu cuidar de Haillie-Rose, da forma com que Caroline desejava. Ele disse: "Caroline estava tão animada por estar grávida, mas nunca chegou a ver o nosso bebê. Eu vou dizer a Haillie-Rose como sua mãe era uma pessoa linda.” Caroline lutou contra todas as probabilidades durante sua vida - ela recebeu uma chance de 10 por cento de sobrevivência quando nasceu com dois buracos no coração. A mulher foi atingida por asma e crises de pneumonia quando criança, mas conseguiu viver uma vida normal. Um acidente de carro significou que ela nunca voltaria a andar, de acordo com os médicos, mas ela provou que estavam errados.

Caroline não poderia ter um bebê, mas mesmo assim, após conhecer Lee ela acabou conseguindo engravidar. Ela sabia que teria uma menina, e tinha escolhido o nome do bebê e decorado o quarto nacor rosa, limão e branco, esperando por sua chegada.

A mãe, de Pontypool, South Wales, sofreu falta de oxigênio durante o ataque cardíaco depois de entrar em trabalho em maio. A família de Lee e de Caroline mais tarde tomaram a decisão de desligar sua máquina de suporte de vida, depois de ter sido dito que ela nunca iria se recuperar de uma lesão cerebral permanente.

Hallie-Rose, que agora tem dois meses de vida, está sendo criada por Lee e a família de Caroline em Pontypool.
Fonte: Mirror
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS