TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Curiosidades
>>
Menina que amputou as pernas por conta de condição rara supera falta de membros andando de skate
Imagem para Menina que amputou as pernas por conta de condição rara supera falta de membros andando de skate

Menina que amputou as pernas por conta de condição rara supera falta de membros andando de skate


31/10/2014 06h55 - Atualizado em 31/10/2014 06h55

Criança superou condição rara que a fez amputar as duas pernas para sobreviver e se diverte de skate tentando levar vida normal.


Imagens comoventes mostraram como é a vida de uma jovem criança andando de skate, mesmo após ter as duas pernas amputadas.

Rosie Davies ama pegar seu skate e andar pelas ruas, para cima e para baixo, mostrando seus truques para os amigos.

Dois anos atrás ela teve as pernas amputadas no hospital de Birmingham, Inglaterra, para corrigir um problema na coluna que a deixou com risco de morte, tornando-se uma das três pessoas no mundo que se submeteram a cirurgia desse tipo. 

Criança superou condição rara que a fez amputar as duas pernas para sobreviver e se diverte de skate tentando levar vida normal

No entanto, apesar de sua deficiência, a menina animada e falante está determinada a fazer tudo o que as outras garotas fazem, incluindo andar em seu inseparável skate.

“Eu me sinto perfeita! Quando se trata de skate, eu não tenho medo. Eu adoraria ter uma chance no vôlei e gosto de jogar futebol. No natal eu quero ganhar uma bicicleta especialmente adaptada para mim. É o meu sonho,” disse ela.

Rosie nasceu com disgenesia lombar segmentar, uma rara má-formação, que a deixou sem a sensação de suas pernas e os membros cruzados.

Os médicos descobriram, após o nascimento, que a criança tinha cinco ossos de sua espinha em falta, deixando um espaço de 10 centímetros na espinha dorsal.

A condição rara da medula significava que seus órgãos, incluindo os rins, estavam em perigo de serem esmagados lentamente, trazendo consequências fatais.

A operação de 13 horas amputou as pernas de Rosie e utilizou algumas partes dos membros e ossos para preencher o espaço em sua espinha. Duas hastes de metal também foram parafusadas na parte superior da coluna e dos quadris para dar apoio extra.

Desde a cirurgia, a jovem sofreu um revés quando desenvolveu uma infecção. Ela teve um rim removido juntamente com as duas hastes de metal no ano passado.

Os médicos estavam preocupados de que suas costas não seriam fortes o suficiente para ter as próteses, mas ficaram satisfeitos com o progresso.

A mídia local lançou uma campanha para arrecadar fundos e realizar o sonho de Rosie ganhar sua bicicleta adaptada no Natal.

Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS