TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Curiosidades
>>
Mulher acusa ex-marido de ritual satânico com crianças que eram abusadas por pedófilos em lanchonete de fast food
Imagem para Mulher acusa ex-marido de ritual satânico com crianças que eram abusadas por pedófilos em lanchonete de fast food

Mulher acusa ex-marido de ritual satânico com crianças que eram abusadas por pedófilos em lanchonete de fast food


20/03/2015 08h04

Pai é acusado de comandar um culto satânico onde crianças eram supostamente abusadas por pedófilos dentro de uma lanchonete.


Um pai acusado de comandar um culto satânico onde crianças eram supostamente abusadas por pedófilos dentro de uma lanchonete do Mcdonalds no norte de Londres, na Inglaterra, foi julgado por um tribunal local.

Duas crianças, com idades entre 8 e 9 anos, foram filmadas pela mãe em um vídeo em que elas aparecem dizendo serem vítimas de pedófilos em uma sede do restaurante.

O vídeo foi postado no YouTube e milhões de pessoas o assistiram. 

Pai é acusado de comandar um culto satânico onde crianças eram supostamente abusadas por pedófilos dentro de uma lanchonete

A mulher relatou aos serviços sociais que o chefe do culto era seu ex-marido.

De acordo com a justiça, as afirmações feitas contra o ex eram de que bebês seriam abusados, torturados e sacrificados na sede da rede de fast food.

Não bastasse o que foi mencionado, ainda alegava-se que o sangue das crianças era bebido e que os integrantes da seita dançavam usando os crânios dos bebês e ainda cozinhavam as crianças antes de comê-las.

No tribunal,eles foram nomeados como P e Q a fim de preservar as identidades dos menores.

O juiz do caso afirmou, depois de uma investigação, que "com toda a convicção, nenhuma das alegações são verdadeiras,” e ainda acrescentou que tudo o que as crianças disseram foi claramente manipulado.
Fonte: Mirror
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS