TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Curiosidades
>>
Mulher é condenada a 41 anos de prisão após atirar no filho e o deixar paralisado usando a mesma arma que matou seu marido há 20 anos
Imagem para Mulher é condenada a 41 anos de prisão após atirar no filho e o deixar paralisado usando a mesma arma que matou seu marido há 20 anos

Mulher é condenada a 41 anos de prisão após atirar no filho e o deixar paralisado usando a mesma arma que matou seu marido há 20 anos


10/07/2014 08h04

Ela foi absolvida do antigo assassinato sob alegação de legítima defesa por parte do próprio filho.


Uma mulher que foi absolvida por matar seu ex-marido há 20 anos, acabou condenada a 41 anos de prisão depois de deixar seu filho adulto paralisado ao atirar no homem com a mesma arma que cometera o crime anterior. O caso ocorreu em Las Vegas, nos EUA.

Linda Cooney, de 66 anos, foi considerada culpada pelo crime em abril por tentativa de homicídio. Nesta quarta-feira (9), ela recebeu a sentença.

A mulher matou seu ex-marido, James Cooney, no dia 7 de fevereiro de 1992, por conta de uma batalha sobre o divórcio. Ela alegou ter atirado contra o homem em legítima defesa, quando ele tentava ataca-la com uma faca.

O depoimento de seu filho, Kevin Cooney, com 11 anos na época, foi fundamental para a absolvição da mãe.

Mulher é condenada a 41 anos de prisão após atirar no filho e o deixar paralisado usando a mesma arma que matou seu marido há 20 anos

Em 2011, Linda atirou em Kevin no pescoço por conta de uma discussão que envolvia sua namorada. Mais uma vez o filho defendeu a mãe alegando que teria cometido o crime em autodefesa. Lloyd Woodliefe se culpou pelo incidente.

Mas o testemunho de Kevin estava em desacordo com outras declarações feitas no tribunal.

A mulher negou as declarações, apesar de ter sido sentenciada.
Fonte: Daily Mail
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS