TechMestre - Tecnologia sob medida
TechMestre >>
Notícias
>>
Polícia sueca derruba dezenas de sites de compartilhamento de arquivos
Imagem para Polícia sueca derruba dezenas de sites de compartilhamento de arquivos

Polícia sueca derruba dezenas de sites de compartilhamento de arquivos


01/10/2012 19h08 - Atualizado em 02/10/2012 02h48

A polícia sueca invadiu hoje (1) a empresa de hospedagem PRQ possivelmente a procura de servidores ligados a violação de direitos autorais. A PRQ foi fundada pelos co-fundadores do The Pirate Bay, Gottfrid Svartholm e Fredrik Neij, e é conhecida por hospedar ou ser rota de hospedagem de muitos sites de compartilhamento de arquivos. O alvo da invasão não foi confirmado pelas autoridades suecas, mas o The Pirate Bay informou que não utilizam mais os serviços da PRQ.

Com a medida, vários sites de compartilhamento e de streaming estão fora do ar ou inacessíveis. Sites como torrenthound.com, linkomanija.net, tankafetast.nu, RLSLOG.net, atdhenet.tv, hahasport.com, sportlemon.tv e stopstream.tv sofreram com as ações. Alguns sites privados de torrent que também utilizam o PRQ foram afetados, como o GFTracker e o Bithumen.

A derrubada dos servidores da empresa de hospedagem coincidiu com o momento em que o The Pirate Bay saiu do ar, porém, segundo informações divulgadas pelo próprio The Pirate Bay ao site TorrentFreak, a queda da página se deve apenas a uma falha de energia, já que, segundo os mesmos, o The Pirate Bay não está mais utilizando os serviços da PRQ.

Mikael Viborg, proprietário da PRQ, afirmou ao site sueco Nyheter24 que a polícia procurava um hardware específico. "Sim, eles estão procurando por quatro servidores", ele disse. "É a primeira vez desde 2010 que eles fazem isso", afirmou Viborg.




Segundo Viborg, até o momento o ataque da polícia não obteve sucesso devido a um erro técnico dos sistemas da PRQ, e que apenas será possível identificar o hardware procurado quando o sistema for restaurado.

Viborg não pôde dizer quais serviços ou sites foram alvos da polícia, mas acredita que as investigações estão relacionadas à violação de propriedade intelectual. "A polícia está sentada no meu escritório agora mas eu tenho que esperar até amanhã. Então eu poderei descobrir o que está acontecendo.", concluiu Viborg.

Os acontecimentos de hoje não são novidades para a PRQ. Em 2006, policiais suecos confiscaram 180 servidores do The Pirate Bay, sendo que a maioria não tinha relação com o site de torrents. Ainda não foram divulgadas informações a respeito do número de sites e arquivos que sofreram com os ataques e quando a PRQ voltará ao ar.
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba as últimas novidades:

Twitter
Cadastre seu email e receba novidades!

Cadastre seu email e receba novidades:

MAIS LIDAS